Saúde Masculina

19 Novembro 2011 às 15:38


Meios para a potência e antibióticos

Meios para a potência e antibióticos

Muitos homens fazem perguntas concernentes à aplicação de vários meios para a potência em conjunto com a administração de antibióticos. É de todos conhecido que os antibióticos por si só afetam a potência masculina. Mas que fazer quando é necessário tomar os antibióticos e, ao mesmo tempo, existe o desejo de mostrar-se na cama à altura da situação? Se pode-se tomar antibióticos em conjunto com os meios para a potência? 

Habitualmente, na instrução de uso da Viagra, Levitra e Cialis a toma de antibióticos não estipula-se como contraindicação para a administração do medicamento. No entanto, nas descrições dos preparados para a elevação da potência frequentemente indica-se que, quando da administração de antibióticos, o uso de sildenafil, vardenafil e tadalafil (substâncias ativas dos referidos medicamentos, respetivamente) deve ser com a devida cautela. Tem que saber qual antibiótico está a tomar e de que forma o mesmo interage com as substâncias que fazem parte do determinado meio para a potência. Para tal Você deverá ter a formação médica ou consultar o especialista. 

Alguns antibióticos podem interagir com os componentes dos meios para a potência. Assim, por exemplo, a eritromicina ou a rifampicina podem reduzir ou neutralizar a ação da Viagra. Quando da administração da Levitra, também recomenda-se ter cuidado com a eritromicina: a dose do vardenafil, substância ativa da Levitra, não deve ser superior a 5 mg, se for tomada em conjunto com a eritromicina. O arbidol não interage com sildenafil. Para além de tudo, a toma de antibióticos em simultâneo com os meios para a potência pode levar ao reforço dos efeitos colaterais.

Preste atenção: a não contraindicação para a administração de antibióticos quando da toma de tal ou qual meio para a potência não significa que essa combinação não apresenta perigo! Na maioria dos casos, tal combinação de preparados nunca foi investigada. Embora que em vários sites se possa encontrar afirmações que a toma da Viagra em conjunto com os antibióticos é totalmente compatível, preste atenção àquilo que, neste caso, trata-se da pessoa de absolutamente boa saúde. No entanto, mesmo o indivíduo de boa saúde deve evitar essa combinação: tanto os antibióticos, quanto o sildenafil afetam o sistema nervoso mais exercem carga sobre o fígado. Claro é que não convém tomar as bebidas alcoólicas, pois que o álcool é dificilmente compatível tanto com os antibióticos, quanto com os meios para a potência. 

Mas se tem a ânsia de usar Viagra, Cialis ou Levitra mesmo no decurso da toma de antibióticos, consulte o Seu médico. Caso o antibiótico que usa não puder ser tomado em conjunto com o meio para a potência por Si escolhido, o médico, possivelmente, poderá trocar o antibiótico ou ajudará na escolha de outro preparado.

 

Você sabia que...

Precisamos nos lembrar de que o Viagra e medicamentos similares não podem causar ereção espontânea. Estes medicamentos só aumentam a reação do corpo ao estímulo sexual natural.

Gostou? Diz sobre isso!

Fabio Peixoto

Siga-nos